PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO - 22ª SUBSEÇÃO DE PRIMAVERA DO LESTE

Newsletter


Ir para opção de Cancelamento

Agenda de Eventos

Novembro de 2020 | Ver mais
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 # # # # #

Notícia | mais notícias

TED investiga 11 advogados previdenciários acusados de abusos em Mato Grosso

29/01/2015 16:31 | Processo Ético
Foto da Notícia: TED investiga 11 advogados previdenciários acusados de abusos em Mato Grosso
    O Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MT investiga 11 advogados que atuam na área do Direito Previdenciário e que foram denunciados por eventuais abusos em face de clientes em processos contra o INSS. O presidente do TED, João Batista Beneti, explicou que há diversos processos em tramitação contra esses profissionais que, comprovadas as denúncias e conforme sua potencialidade, poderão culminar em exclusão dos quadros da Ordem.
 
img
    Beneti destacou que algumas denúncias referem-se ao não recebimento pela parte do valor estipulado em contrato e outras em que o percentual de honorários advocatícios foi considerado exorbitante. “Já houve casos julgados em que a penalidade aplicada foi de suspensão e devolução de valores, sendo mantida a suspensão até que se faça a prestação de contas aos clientes”, sublinhou.
 
    
    As principais cidades onde foram detectadas tais práticas foram a grande Cuiabá, Primavera do Leste, Campo Verde, Chapada dos Guimarães e Cáceres. “Algumas denúncias foram encaminhadas por presidentes de Subseções. Em todas, o TED tomou as providências necessárias e os processos estão em andamento. Em muitos destes casos, eles fazem captação ilegal de clientes em fazendas. Terceiros visitam os locais em busca de pessoas que precisam de aposentadoria”, observou o presidente do TED.
 
    João Batista Beneti explicou também que “o Código de Ética e Disciplina prevê que o profissional da advocacia não pode auferir honorários em valores superiores às vantagens obtidas por seu cliente. Importante ressaltar, também, que na maior parte dos casos previdenciários, os advogados custeiam todo o processo por muitos anos, em especial porque muitas dessas pessoas são hipossuficientes e não têm dinheiro para os gastos necessários”.
 
    Quem tiver notícia de profissionais que estiverem fazendo essa prática deve denunciar ao Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MT. Os processos tramitam em sigilo, com todas as garantias de ampla defesa e contraditório, porém, as sanções estão sendo aplicadas e o TED de Mato Grosso foi considerado um dos mais céleres do país. “Quem tem a competência para processar e punir advogados é a Ordem, por meio do Tribunal de Ética, e não o Ministério Público. Esperamos que os casos sejam denunciados porque atuaremos com rigor”, finalizou Beneti.
 
 
Assessoria de Imprensa OAB/MT
imprensaoabmt@gmail.com
(65) 3613-0928/0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso
 
 

Facebook Facebook Messenger Google+ LinkedIn Telegram Twitter WhatsApp